» ResCar - Carroçarias Resende


A ResCar - Carroçarias Resende, é uma empresa do grupo Resende, cujas instalações se situam no concelho de Matosinhos.
O âmbito da sua produção é até ao momento restrito à utilização nas empresas do grupo, tendo veículos distribuídos pela Transportes Resende, Maia Transportes e Costa Ferreira, com maior incidência na primeira.

A primeira carroçaria produzida sob esta marca e colocada em circulação foi o Resende 820, que resulta da transformação da carroçaria original Unvi com interior urbano, num modelo interurbano.
Actualmente encontra-se afecto à zona de Sines, assim como os restantes veículos da série (820 a 823) onde efectuam serviços regulares especializados e ocasionais. Os restantes autocarros da série foram também modificados, não havendo no entanto um desenho único transversal a todas as transformações.

A par da modificação das Scania L113CLL, surgem os primeiros exemplares com carroçaria integralmente nova e baseiam-se na reutilização de chassis Mercedes-Benz O305, dotando-os de uma carroçaria moderna e mais ampla. Com esta configuração nasceram 3 autocarros, o 893 em 2005, 920 em 2007 e 937 em 2008.

Ainda em 2005, a Resende adquire oito chassis Mercedes-Benz 616cdi, tornando-se o Resende 894 o primeiro autocarro com carroçaria ResCar integralmente novo.
Formam a série 894 a 901 e a maioria possui configuração urbana, estreando-se nas carreiras 119 e 124. Ao contrário dos dois últimos da série, os restantes operam serviço urbano na área de influência de Matosinhos.

No ano seguinte, é concebido o protótipo de uma carroçaria que aproveita toda a largura útil do chassis, conferindo-lhe uma maior volumetria, distinguindo-se dos demais autocarros.
É colocado sobre um chassis Mercedes-Benz Sprinter 616cdi e entregue à Maia Transportes, onde recebe o número 169.
Além de ser o único exemplar desta experiência é também até ao presente, o único mini-autocarro produzido pela Rescar presente na frota da Maia Transportes.
 

Em 2007, a Rescar estreia-se no segmento de Longo curso ao apresentar uma carroçaria de design inspirado nos modelos produzidos pela alemã Neoplan.
Baptizados com a marca "Top Class", foram produzidos até à actualidade cinco autocarros, dois com motorização Irisbus Iveco de 450 cv e três eixos, que ostentam a decoração da Resende, outros dois afectos ao serviço Expresso RENEX, tendo sido decorados com o esquema de pintura característico destes serviços de Longo Curso, e por último um entregue à Costa Ferreira com motorização MAN e três eixos.


Em 2008 por ocasião dos 50 anos do transporte de passageiros da Resende, empresa que durante os  primeiros anos laborou como Sociedade de Transportes Central do Cachão, é apresentado o Top Class na versão de três eixos - Resende 936 - que recebe a decoração Resende, em oposição da Renex aplicada no 927, o primeiro deste modelo e único com chassis MAN. 
O interior reparte-se em tons claros, sobressaindo o amarelo. Este autocarro opera essencialmente serviços ocasionais, sendo por vezes possível encontrá-lo em serviço expresso da Renex, uma empresa participada pelo grupo Resende. 


No ano seguinte a aposta surge no segmento de autocarros de tamanho médio, surgindo três novos autocarros com chassis Irisbus Iveco Midirider e carroçaria urbana. O primeiro da série, 942 estreia-se na linha 104, e os restantes na 107. Dispõe de uma porta simples de acesso à entrada e uma dupla de saída. Tratando-se de um chassis que não é vocacionado para transporte urbano, o acesso ao interior faz-se por intermédio de degraus.
A Maia Transportes recebe também uma unidade deste modelo. Dispõe de um interior mais vocacionado para serviços ocasionais, oferecendo uma maior quantidade de lugares sentados e estofos em tecido. Opera com o número de frota 231.

O mesmo modelo de chassis é aplicado aos Resende 952 e 958, recebendo estes no lugar de uma carroçaria urbana, um modelo de piso elevado e interior de longo curso.
Estes dois autocarros realizam até ao momento apenas serviços ocasionais e regulares especializados, oferendo uma lotação intermédia entre um mini-autocarro e os comuns 50 a 60 lugares. 


O ano de 2010 é de mudança na frota da Transportes Resende. Inicia-se um processo de renovação da frota de autocarros urbanos e são adquiridos no mercado espanhol, 12 Mercedes-Benz O405, e cerca de 10 Mercedes-Benz O405N2.
Estes autocarros mantêm grande parte dos componentes de origem, sendo contudo renovados alguns elementos que variam conforme os veículos, sendo comum a modernização da frente e traseira dotando-as de novas ópticas e novos indicadores electrónicos de destino, uma operação que é realizada antes da sua entrada em operação comercial.
A nível interior há um novo arranjo, mantendo em alguns veículos parte dos elementos originais, como cadeiras ou portas.

A aquisição deste lote de autocarros permitiu o abate definitivo dos Mercedes-Benz O305, alguns com carroçaria Nortebus Aras (673 e 825) e outros Rescar (893, 920937), dos Marcopolo Allegro com motorização DAF (642, 643, 644 e 645), Scania L113CLB (608 e 632), Rescar Midi (913 e 933), e ainda Mercedes-Benz O405 no seu estado original - 868 e 869 .

Esta aquisição apesar de não ser constituída por autocarros novos, melhora substancialmente o conforto oferecido aos clientes e contribui para a homogeneização da imagem no segmento urbano.



Por Leandro Ferreira, Joaquim Martins e Ricardo Taveira
Última actualização: 16 de Outubro de 2011

   Login

User
Password
Relembrar Login
 
» Registe-se aqui !

   Pesquisa

Pesquisa avançada
   Sabia que...?

O termo Boca [largura de uma embarcação] vem do facto das antigas embarcações terem a ossada [estrutura de vigas e traves] à vista, sem um forro interior [como acontece hoje], dando o aspecto de uma boca escancarada?

   Foto aleatória


© 2004-2014 Transportes XXI — Transportes & Mobilidade, todos os direitos reservados.
Os conteúdos presentes neste portal são da exclusiva responsablidade dos seus autores.
Acerca do Transportes-XXIMapa do portalContacto
desenvolvimento
desenvolvido por AlojamentoVivo