Notícias
Tracção eléctrica chega ao Sado a 14 de Dezembro
Leandro Ferreira | 12.12.2008
A partir do próximo domingo, dia 14, a CP vai dar início a uma completa reformulação dos serviços urbanos na linha do Sado (ligação Barreiro a Praias do Sado-A), introduzindo material eléctrico moderno (as Unidades Quádruplas Eléctricas das séries 2300 e 2400 e já em serviço na linha de Sintra), maior número de circulações, redução significativa nos tempo de viagem, assegurar a pontualidade e um conjunto de serviços que vão permitir aumentar a comodidade e elevados padrões de conforto aos clientes.

A modernização desta linha, que além da electrificação incluiu a construção de via dupla entre Pinhal Novo e Praias do Sado e a remodelação de várias estações (algumas ainda em curso), vai permitir a entrada ao serviço das modernas Unidades Quádruplas Eléctricas (UQE), recentemente reabilitadas pelo Grupo Oficinal do Entroncamento de forma a dotá-las de ar condicionado, sistema de vídeovigilância, informação sonora e escrita, nivelamento entre a porta e a plataforma e acesso facilitado para deficientes que se desloquem em cadeiras de rodas, portadores de carrinhos de bebé e bicicletas. A modernização vem assim ditar a substituição das obsoletas Unidades Triplas Diesel da série 0600, construídas em 1979 e em serviço neste eixo há cerca de uma década.

Com capacidade para 648 clientes por comboio, a cadência das circulações passa para 30 minutos nas horas de ponta da manhã e da tarde, aos dias úteis, sendo de uma hora nos restantes períodos e aos fins-de-semana. Também os tempos de trajecto beneficiam de forte redução, ganhando 20 minutos no trajecto completo (passando para 38 minutos) e de 18 minutos no percurso entre Setúbal e o Barreiro.

Utilizada diariamente por 12 mil clientes, a linha do Sado beneficiará de uma redução média de 34 por cento nos tempos de viagem. Actualmente a viagem entre Praias do Sado e o Barreiro demora 58 minutos, com a introdução das automotoras eléctricas passará a demorar menos 20 minutos.
Entre Setúbal e o Barreiro, o ganho será de 18 minutos, cifrando-se agora a viagem em apenas 30 minutos.

Por outro lado, tendo como referência outros operadores de transportes na região, os comboios da linha do Sado vão permitir boas ligações ao serviço fluvial prestado pela Soflusa (terminais do Barreiro e do Terreiro do Paço), com intervalos de cerca de 5 minutos. Também a intermodalidade, nomeadamente com a Fertagus, irá ser substancialmente melhorada, sobretudo na estação de Setúbal, em termos de transbordo.

Com a modernização deste serviço, também o sistema de vendas será melhorado, desenvolvendo-se o projecto intermodal integrado da bilhética sem contacto entre operadores, a informatização das bilheteiras e o alargamento dos canais de venda (máquinas e sistema Multibanco), flexibilidade dos títulos e aumentando os níveis de
comodidade para os clientes e permitir ao mesmo tempo combater a fraude, reduzir custos com títulos em papel e melhorar a gestão contabilística desta área da empresa.

   Login

User
Password
Relembrar Login
 
» Registe-se aqui !

   Pesquisa

Pesquisa avançada
   Sabia que...?

O Porto (STCP) foi a única cidade Portuguesa a dispor de autocarros a célula de combustível (Hidrogénio), em serviço comercial?

   Foto aleatória


© 2004-2014 Transportes XXI — Transportes & Mobilidade, todos os direitos reservados.
Os conteúdos presentes neste portal são da exclusiva responsablidade dos seus autores.
Acerca do Transportes-XXIMapa do portalContacto
desenvolvimento
desenvolvido por AlojamentoVivo